Questões a uma Mãe de Quatro

“Tão nova e com tantos filhos?”

“São gémeos?”

“Como é que consegues?”

Esta última é a pergunta que mais ouço quando alguém sabe que tenho 4 filhos: “Como é que consegues?”. Na verdade, acho que não tenho nenhum tipo de poder especial que faça de mim uma Super Mãe, mas a verdade é que consigo. Ou melhor, conseguimos os dois. Então vou passar a explicar.

O meu lema sempre foi “Nunca deixes para amanhã o que podes fazer hoje.” E isso aplica-se em TUDO! Ou seja, se eu posso preparar as refeições mais cedo, preparo-as. Se eu posso limpar mais cedo, limpo. Se eu posso tratar da roupa mais cedo, trato. Não fico a aguardar pelo momento certo, nem pelo momento em que eu vou ficar com vontade (porque o mais certo é que isso nunca aconteça, claro). Não vou para a cama a pensar que podia ter feito isto ou aquilo. Simplesmente, faço na hora! É claro que há exceções. Como por exemplo, não posso preparar os lanches das crianças na véspera, porque podem não estar em condições no dia seguinte. Mas tudo o que posso fazer o mais cedo possível, faço. Se tiver de abdicar de umas horas de descanso, de ver televisão no sofá ou de um tempo para tratar de mim, abdico. Desta forma não acumulo trabalho! E é assim que tento gerir o meu dia-a-dia.

Normalmente, tenho sempre tudo programado. Não gosto de perder tempo em esperas, nem em conversas fúteis que não me levam a lado nenhum. O meu tempo é gerido ao minuto e é assim que me organizo. Sei que isto é cansativo, pois é raro o momento em que consigo parar. Mesmo ao fim-de-semana que, normalmente, é caótico! No entanto, é assim que funciona o meu dia-a-dia e é assim a gestão da nossa família.

Se me sento no sofá? Muito pouco!

Se consigo dormir o suficiente? Não! Estou muito longe disso.

Se tenho tempo para mim? Quase nenhum!

Se temos tempo para nós os dois? Quase nenhum! (Mas sonhamos com ele)

Se me sinto cansada? Muiiitttto!

Mas tudo vale a pena! Nada me faz mais feliz (nem mais stressada, nem mais maluca, nem mais irritada) do que estar junto deles! É um misto de sentimentos que nos levam sempre à mesma palavra: FELICIDADE, da mais pura e verdadeira!

Um dia, quando estava a conduzir para o trabalho ouvi na rádio uma mensagem deste género: “Saber encontrar a alegria na alegria dos outros, é o segredo da felicidade.” E uma Mãe percebe isto tão bem! Agora imaginem uma Mãe de quatro!!!

1 Comentário

Deixe uma resposta

Também Pode Gostar