“Destralhar” a casa: Missão Possível!

Depois das férias, é a época ideal para começar com esta Missão Possível: “Destralhar” a Casa!

Entendidos no assunto, defendem que somos muito mais felizes com menos! Andamos mais despreocupados, mais focados e perdemos menos tempo com coisas sem importância. Resumindo, mais qualidade de vida!

“Destralhar” é diferente de organizar e de arrumar. “Destralhar” tem mais a ver com eliminar dos espaços o desnecessário, é deitar fora o que já não é útil.

Em que consiste a “tralha”? Podemos identificar a “tralha” segundo estes princípios:

  • Objetos que já não usamos ou que não gostamos;
  • Objetos desarrumados e desorganizados;
  • Demasiadas coisas num espaço muito pequeno;
  • Tudo o que estiver em mau estado e não despertar em nós nenhum valor sentimental;

Por isso, vou apresentar alguns truques que o vão ajudar a “destralhar” a casa e a mantê-la sem aqueles artefactos que se vão acumulando ao longo do ano.

O que se deve ter em conta na hora de selecionar o que é importante e o que não faz falta?

  • Percorrer a casa e fazer uma listagem de peças que estejam danificadas, em mau estado ou que nunca utilizou;
  • Procurar tudo o não seja seu e devolver;
  • Selecionar objetos que lhe trazem más recordações;
  • Escolher objetos que o fazem sentir mal, por exemplo, roupas muito apertadas;
  • Separar objetos que não gosta ou que foram oferecidos por uma pessoa com quem deixou de simpatizar.

Não se esqueça: não vale a pena guardar roupa a pensar que um dia a vai vestir. A moda pode voltar…mas nunca exatamente igual!

Algumas das vantagens de “destralhar”:

  • Ter os armários organizados e com mais espaço
  • Menos tempo a arrumar. Rotina doméstica mais facilitada.
  • Menos tempo a escolher a roupa.
  • Doar bens e ajudar os que mais precisam;
  • Incita a criatividade
  • Melhora o ambiente, ficando menos poluído.

Então o que devemos fazer em cada divisão?

Caminhe pela sua casa utilizando três caixas de cartão grandes. Uma caixa para o lixo, uma caixa para doação e uma caixa para si. Faça esta pergunta: “Usei esta peça nos últimos 2 ou 3 anos?”

  • Sim – Então volte a guardar.
  • Não, mas tem valor sentimental. – Pode guardar numa caixa mas coloque-a na arrecadação.
  • Não e não tem valor sentimental. – Vai para doar, vender ou reciclar.

733a_caixas

 

Tenha em conta que no início não é fácil começar a “destralhar”. Mas com a prática, começa a ser uma rotina diária que se faz naturalmente. É claro, que há sempre aquelas épocas de maior “destralhamento”, como por exemplo, depois das férias e/ou no final do ano.

O segredo é ir “destralhando” regularmente. Desta forma, não se consegue acumular muita coisa e não ficamos desmotivados para continuar o processo.

O objetivo de “destralhar” não é desfazermo-nos das coisas para ir comprar outras. É apenas organizar a casa e simplificar o dia-a-dia. Eu ADORO “destralhar”!!!

E vocês? Tem o hábito de “destralhar” a vossa casa? Partilhem as vossas experiências!

Deixar uma resposta

Também Pode Gostar